Dr. Adriano Almeida Defende Tese de Doutorado na USP

Tese de Doutorado defendida na USP em 13 de julho de 2017 avaliou a condição física de jogadores profissionais de futebol após cirurgia no joelho para reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA).

A tese, intitulada “Avaliação da função aeróbia de atletas profissionais de futebol de campo submetidos a reconstrução do ligamento cruzado anterior” teve como objetivo avaliar se estes jogadores apresentavam condicionamento físico adequado para retorno ao esporte após a cirurgia.

Observou-se que o resultado da cirurgia para a função do joelho foi bom ou excelente em 90% dos casos. Entretanto, a função aeróbia, avaliada pelo consumo máximo de oxigênio (VO2max) apresentava-se significativamente inferior ao esperado para jogadores de futebol profissional, seis meses após o procedimento cirúrgico. Os resultados mostram que após a cirurgia de reconstrução do LCA o VO2max dos atletas foi de 49mL/kg/min, comparado a 57 mL/kg/min, avaliado em jogadores da série A3 do campeonato Paulista que participaram do estudo como grupo controle. Apesar disso, houve uma melhora comparado ao VO2max antes da cirurgia, que era de 45 mL/kg/min.

Este estudo mostra que, além de recuperar a função do joelho, os atletas precisam recuperar seu condicionamento físico aeróbio antes de retornar ao esporte. O mau condicionamento irá prejudicar sua performance competitiva, além de aumentar o risco de novas lesões.

Outro dado importante é a perda do condicionamento físico nos indivíduos com lesão do LCA, mostrando que esta lesão dificulta ou impede atividades físicas, com consequências para a saúde do indivíduo como um todo.

Deixe uma resposta