Tratamento da artrose e independência em idosos

 

Aproximadamente 50% das pessoas com mais de 60 anos de idade apresentam algum grau de artrose. Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente cerca de 20% da população mundial encontra-se nesta faixa etária, totalizando cerca de 1,5 bilhão de pessoas. Em cerca de dois terços dos casos de artrose, os joelhos são acometidos. O impacto deste problema para a saúde populacional é imenso. Apesar do aumento da expectativa de vida em todo o mundo, cerca de 25 a 30% da expectativa de vida após os sessenta anos de idade é vivida em más condições de saúde. Estas alterações acarretam grande impacto sobre a qualidade de vida do indivíduo e até mesmo dos familiares.

A artrose do joelho causa dor, deformidade e, com o tempo, perda de qualidade de vida e independência nos indivíduos idosos. Os tratamentos atuais são cada vez mais eficazes, porém muitas pessoas não tem acesso ou demoram a procurar tratamento, prejudicando o resultado.

Como em toda e qualquer condição de saúde, a prevenção é o melhor remédio. Atividade física adequada, incluindo exercícios de fortalecimento, e manter o peso adequado são medidas fundamentais para prevenir a artrose ou melhorar os sintomas de quem já apresenta o problema.

Um tratamento muito eficaz para reduzir os sintomas da artrose é a viscossuplementação, ou infiltração de ácido hialurônico, dentro do joelho. A infiltração de ácido hialurônico de alto peso molecular, por exemplo, pode ser feita em apenas uma aplicação, uma vez por ano. Um estudo publicado em 2016 no Journal of Knee Surgery mostrou que a infiltração de ácido hialurônico conseguiu postergar a cirurgia de prótese de joelho em mais de 7 anos em 75% dos pacientes com artrose avançada.

Entretanto, em casos de artrose avançada, com sintomas que não melhoraram com o tratamento não-operatório, o tratamento cirúrgico com a prótese de joelho é uma excelente opção, quando bem indicada e bem executada por um bom cirurgião ortopédico. É preciso tomar cuidado para não adiar demais a cirurgia, e perder o momento ideal em realizá-la, pois com o avançar da idade a artrose irá se agravar, as condições clínicas do paciente podem piorar, e a cirurgia pode se tornar inviável. A idade ideal depende das condições de saúde de cada paciente e do grau de artrose, mas em geral situa-se entre 60 e 75 anos de idade.

Portanto, o tratamento da artrose é multimodal, e muitas vezes várias medidas precisam ser tomadas em conjunto, como medicação, infiltração, fisioterapia, e em alguns casos, cirurgia.

Referências:

World report on ageing and health. World Health Organization, 2015. http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/186463/1/9789240694811_eng.pdf

Waddell DD, et al. Delayed total knee replacement with Hylan GF-20. J Knee Surg, 2016. Feb;29(2): 159-168

Deixe uma resposta